viernes, 4 de septiembre de 2009

11avo: no harás download de MP3....

estimados amigos:

mi notebook ha dado pane e perdí casi todas mis direcciones de internet. igualmente mi precioso archivo de fotografias (robadas de sus blogs, claroooooo) de formula uno, se ha perdido para siempre.

espero me tengan paciencia, pues casi todo el tiempo libre que tenga estará destinado a reconfigurar mi máquina, por eso, no estoy comentando en sus blogs

volveré en un tiempo aparticipar de las conversaciones

nos vemos

6 comentarios:

  1. Vixe...

    boa sorte aí...

    acho que todo mundo já passou por algo assim...

    ResponderEliminar
  2. Xará,


    Putz!!!!!

    A gente precisa aprender a ter como hábito algo que sempre deixamos para depois um bkp das fotos ,tb já perdi muita coisa.

    Esperamos seu retorno seja rápido

    grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Xiii...
    Isso aconteceu comigo no início do ano. É cruel, perder tudo...
    Boa sorte!
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Putz... que lástima... Cara, a coisa tá feia. Ontem aqui na rua da loja, roubaram um carro, tu acredita!? Temos cameras externas e conseguimos ver o ladrão.
    Mas o caso é que está uma situação horrivel. As pessoas estão completamente sem escrúpulos.

    Um abraço meu velho.
    Espero que você consiga resolver tudo por aí.
    Se tu precisar de uma força com algum equipamento de informática, me chama.

    Até mais.

    SAVIOMACHADO

    ResponderEliminar
  5. Menudo fastidio.

    Efectivamente, todo el mundo ha pasado por algo así :(

    Un saludo!

    ResponderEliminar
  6. Caramba Luis, nem sei o que dizer... Se eu perdesse hoje todos os arquivos de automobilismo que acumulei, seria como se me tivessem amputado uma perna.

    Um colunista da Folha de S Paulo, chamado João Pereira Coutinho, costuma contar uma história de um escritor do século XIX (não lembro o nome deste) cujo único manuscrito de sua mais estimada obra foi consumido pelo fogo, por causa de um amigo pouco cuidadoso. A primeira coisa que ele fez ao receber a notícia foi recomeçar sua obra do zero... e conseguiu! Caso lhe sirva de consolo (já que esta história é real).

    ResponderEliminar

sinta-sé a vontade de comentar em portugués
comentarios y ideas en español son bienvenidas